É Natal – Por que Jesus Veio

Por que Jesus Veio

E, visto como os filhos participam da carne e do sangue, também ele participou das mesmas coisas, para que pela morte aniquilasse o que tinha o poder da morte, isto é, o diabo; E livrasse todos os que, com medo da morte, estavam por toda a vida sujeitos à servidão”. Hebreus 2:14,15

Hebreus 2.14-15 vale muito mais do que dois minutos em que você gastará lendo esse devocional. Estes versos conectam o começo e o fim da vida terrena de Jesus. Eles deixam claro por que ele veio.  Seria ótimo usar esses versos com um amigo ou familiar descrente levando-os passo a passo através de sua visão cristã do Natal. Você pode começar assim:

“E, visto como os filhos participam da carne e do sangue”… O termo “crianças” é retirado do verso anterior (13b) “Eis-me aqui a mim, e aos filhos que Deus me deu”. Hebreus 2.13 e refere-se à descendência espiritual de Cristo, o Messias (ver Isaías 08.18; 53.10). Estes são também os “filhos de Deus” ( João 1.12 ). Em outras palavras, ao enviar Cristo, Deus tem a salvação de seus “filhos” especialmente em vista. É verdade que “Deus amou o mundo que deu [Jesus]” (João 3.16). Mas também é verdade que Deus estava especialmente reunindo “os filhos de Deus que andavam dispersos” (João 11.52). O desígnio de Deus era oferecer Cristo ao mundo, e para efetuar a salvação de seus “filhos”. Vejamos (1 Timóteo 4.10) “porque para isto trabalhamos e somos injuriados, pois esperamos no Deus vivo, que é o Salvador de todos os homens, principalmente dos fiéis”. Você pode experimentar a adoção, recebendo a Cristo (João 1.12).

“…também ele participou das mesmas coisas [carne e sangue]…” Cristo existia antes da encarnação. Ele era o espírito. Ele era a Palavra eterna. Ele estava com Deus e era Deus (João 1.1; Colossenses 2.9). Mas ele assumiu carne e sangue. Revestiu-se de Sua divindade com a humanidade. Ele se tornou plenamente homem e manteve-se totalmente Deus. É um grande mistério em muitos aspectos. Mas essa é a base da nossa fé, e o que a Bíblia ensina.

“…que pela morte…” A razão pela qual ele se tornou o homem foi para morrer. Como Deus, ele não podia morrer pelos pecadores. Mas, como o homem podia. Seu objetivo era morrer. Portanto, ele tinha que ter nascido humano. Ele nasceu para morrer. Sexta-feira Santa é a razão para o Natal. Isto é o que precisa ser dito hoje sobre o significado do Natal.

“…aniquilasse o que tinha o poder da morte, isto é, o diabo…” Ao morrer, Cristo despreza o diabo. Como? Cobrindo todos os nossos pecados. Isto significa que Satanás não tem razões legítimas para acusar-nos diante de Deus. “Quem intentará acusação contra os eleitos de Deus? É Deus quem os justifica” (Romanos 8.33). Como Deus justifica? Através do sangue de Jesus. “Logo muito mais agora, tendo sido justificados pelo seu sangue, seremos por ele salvos da ira” (Romanos 5.9).

A arma final de Satanás contra nós é o nosso próprio pecado. Se a morte de Jesus leva o pecado embora, a principal arma do diabo é retirada de sua mão. Ele não pode trazer um caso para a nossa pena de morte, porque o juiz nos absolveu pela morte de seu Filho!

“…E livrasse todos os que, com medo da morte, estavam por toda a vida sujeitos à servidão…” Então, estamos livres do medo da morte. Deus nos justificou. Satanás não pode anular o decreto. Deus significa nossa segurança final, e também para ter um efeito imediato sobre nossas vidas. Ele significa o final feliz para tirar a escravidão, e medo do agora. Se nós não precisamos temer o nosso último e maior inimigo, à morte, então não precisamos temer nada. Nós podemos ser livres. Livre para verdadeira alegria, Deus. E assim, livre para os outros.

Que grande presente de Natal de Deus para nós! E de nós para o mundo!

#BemVindoAoEvangelho

Sobre o autor:  ( @JohnPiper ) é fundador e professor de desiringGod.org e chanceler da Faculdade e Seminário Belém. Por 33 anos, ele serviu como pastor da Igreja Batista Bethlehem, Minneapolis, Minnesota. Ele é autor de mais de 50 livros.

Tradução: Eduardo Fagundes Oliveira

Fonte: www.desiringgod.org

1 thought on “É Natal – Por que Jesus Veio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *